contato@fundacaoabioptica.org.br 11 5093-0563

Fique por Dentro

Ação Olho Vivo acontece em 6 capitais diferentes<

Ação Olho Vivo acontece em 6 capitais diferentes

04/11/2016

Dos cinco sentidos, talvez a visão seja o mais perceptível para os seres humanos. Vemos, antes de qualquer coisa. Mas será que enxergamos bem aquilo que vemos?  Dados da OMS – Organização Mundial da Saúde - apontam que aproximadamente 50% da população mundial possui algum tipo problema visual. A má notícia é que boa parte dessas pessoas sequer sabe que precisa de correção para ver melhor. Pensando nisso e cumprindo a missão de atuar Pelo Direito de Enxergar Direito, a Fundação Abióptica, com o auxílio de 35 optometristas voluntários, levou a Ação Olho Vivo a seis capitais brasileiras (São Paulo, Curitiba, Goiânia, Rio de Janeiro, Fortaleza e Belo Horizonte), simultaneamente, no último dia 13 de outubro, como forma de celebrar o Dia Mundial da Visão e chamar a atenção para uma questão de saúde.

A iniciativa, que consiste na aplicação de exames de acuidade visual gratuitos, obteve um resultado que impressiona: das mais de 700 pessoas que passaram pelos exames, 79% apresentaram alguma necessidade de correção, comprovando a importância desse tipo de ação. As triagens foram realizadas com a aplicação do Teste de Snellen e tiveram como objetivo identificar possíveis problemas visuais, além, claro, de divulgar informações importantes e conscientizar sobre os cuidados constantes com a saúde ocular. Em um país como o Brasil, onde falta informação acessível e com “aproximadamente 48% de produtos ilegais”, segundo Aures Muniz, Presidente do Sindióptica do Ceará, o problema se agrava ainda mais: “é importante conscientizar as pessoas quanto à necessidade de cuidados com a visão e sobre o uso de produtos ópticos com origem garantida. Por isso, estaremos ao lado da Fundação Abióptica nas próximas ações”, destaca Muniz.

A união possibilita o bom trabalho – Não se executa uma ação como essa em tantos locais diferentes ao mesmo tempo sem o apoio de profissionais, empresários do setor e parceiros comerciais. Além dos optometristas, que cederam seu trabalho e conhecimento, a ação Olho Vivo contou com apoiadores como Dionisio Wosniak, das Óticas Visorama, do Paraná. “Mesmo numa data próxima a um feriado, tivemos um quórum muito bom e participativo, o que demonstra o interesse por iniciativas que levem à população mais informações sobre a saúde ocular”. Renata Fully, do CROO-RJ, outra apoiadora, conta como foi o resultado no Rio de Janeiro: “a ação Olho Vivo foi celebrada lindamente no Shopping Nova América. O acesso da população à saúde visual no Brasil ainda é muito restrito, caro e demorado. Ações como esta permitem às pessoas a oportunidade de serem atendidas por profissionais especializados em visão. Esse atendimento, técnico e científico, possibilitou aos presentes entenderem o quanto enxergavam, tirarem dúvidas sobre a visão e serem orientados de forma correta e adequada”.

Além das Óticas Visorama, da Sindióptica do Ceará e do CROO-RJ, a Ação Olho Vivo contou com o apoio de entidades como os Conselhos Regionais de Óptica e Optometria de Goiás e do Ceará e Conselho Brasileiro de Óptica e Optometria, dos profissionais técnicos em óptica do Instituto Filadélfia, da OWP, do Shopping Nova América (Rio de Janeiro), Via Sul Shopping (Fortaleza), Buritti Shopping (Goiânia), Conjunto Nacional (São Paulo), Minas Shopping (BH), Palladium Shopping (Curitiba), além da participação das Óticas Carol e Clássico Olhar.

Todos unidos em prol de uma visão melhor para todos. Pelo Direito de Enxergar Direito.

 

 

 

Design e Desenvolvimento por Fábrica de Tempo